COVID

Não podemos ignorar o que está acontecendo com as pessoas infectadas e com a saúde pública no Brasil e no mundo.

Mas devemos ter a consciência de que o que vemos é consequência, e não podemos interferir com efetividade na consequência sem mudar a causa.

Ao focar na consequência e nela insistir sem uma política pública seria que defina estratégia de redução de contágio e prognóstico, qualquer atuação se mostrara dissonante , e não ajudará a população.

Muitos médicos e pesquisadores gostam de falar da quantidade de mortos e doentes , bem como nas mazelas que estão ocorrendo com a falta de vagas na UTI, todavia poucos, ou nenhum gestor público mostra soluções isentas de opiniões vinculadas a política ou ganho pessoal de toda natureza.

Enquanto o ser humano se quedar inerte ante a dor do próximo e preocupado apenas com seus ganhos de modo egoístico passarão muitos desastres criados ou naturais para que haja evolução.

Em detrimento ao sofrimento de muitos , nos vemos de mãos atadas como cidadãos comuns para ser ou exercer a mudança que causaria qualquer diferença.

Devemos então procurar manter a mente positiva e não obstante o caos que se agiganta na introspecção acharemos a chave para transpor essa fase de tamanha catástrofe que assola o mundo, e especialmente o Brasil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: